Blog

Como você controla o tamanho das suas porções?

Você sabia que o porcionamento de alimentos pode aumentar os seus lucros?

Nós sabemos que manter a margem de lucro de um restaurante não é uma tarefa fácil. É preciso cuidar de cada detalhe, até mesmo aqueles que parecem estar longe de relacionar-se com os lucros do seu estabelecimento.

Hoje vamos falar sobre uma das práticas da cozinha, que é o porcionamento de alimentos, e como ele pode levar a grandes prejuízos e desperdícios se não observado com atenção.

Basicamente, realizar o porcionamento de alimentos significa definir o quanto de cada item será servido em um prato (processo que deve ser acompanhado por nutricionistas ou outros profissionais capacitados). É preciso observar tamanho, peso, preço e garantir que o seu cliente receberá o necessário: nem mais, nem menos.

As informações sobre receita e porcionamento também devem constar na ficha técnica do prato, para evitar a confusão do seu consumidor. O prato que ele receberá, seja refeição pronta ou porção, deve ser conforme o descrito.

A quantidade (e qualidade) também deve ser mantida em todos os pratos, por dois principais motivos: primeiramente, a coerência e a satisfação dos clientes; e o melhor controle de gastos. Uma vez que a cozinha souber exatamente o quanto utiliza de cada ingrediente, o controle sobre os custos envolvidos em produção e armazenamentos serão facilmente controlados.

Confira 3 dicas básicas de como melhorar o seu processo:

  1. Conheça o consumo médio do seu cliente;
  2. Armazene os ingredientes corretamente;
  3. Utilize fichas técnicas.

Quando o porcionamento dos seus pratos não é controlado, além desperdiçar comida e, consequentemente, dinheiro, a experiência do seu cliente será ruim. Seja eficiente, reduza custos e trabalhe com qualidade para alavancar o seu negócio!

Já está convencido? Vamos dar o primeiro passo?

Entre em contato com a gente!